26 de jun de 2011

O reverso do reverso


O projeto interdisciplinar multimídia do 5º período do curso de Comunicação Social: habilitação em Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia, desenvolvido no primeiro semestre de 2011, resultou no site Reverso.
A ideia baseia-se no fato de o processo de produção de um telejornal implicar bastidores que costumam ficar restritos à memória dos participantes ou, no máximo, compor acervos abandonados em um canto da estante, material ou virtual. O Reverso, que tem fins educacionais, é justamente o espaço para a construção e publicação dessa memória coletiva. A proposta é, a partir desses bastidores, construir um lide que pode ser acessado no menu do site, na ordem que o interator desejar.
A produção principal são os vídeos que cada equipe gravou e editou a partir de um olhar peculiar para os bastidores do Telejornalismo; é o quê de todo o projeto. Todo lide tem um quem; no Reverso, são vários personagens que, na frente ou atrás das câmeras, participaram do projeto. Todo mundo tem sua primeira vez e, em Telejornalismo, pode ser a estreia do repórter, do editor, do produtor ou do apresentador; é quando se revela um talento. Onde é um lugar que existe e que marcou cada equipe no desenvolvimento das produções em Telejornalismo. Além disso, os estudantes contam como os bastidores se desenrolam e como foi sua primeira vez na função desempenhada na disciplina. Finalmente, o Reverso só existe porque boletins e telejornais seriam produzidos e muito material poderia se perder na memória, eis sua razão de ser.
Quando o lide não é suficiente, podemos contar com o sublide, lugar dos extras, daquilo que não caberia no lide.
O Reverso também pode ser acessado via QRCode e tem perfil no Twitter e no Facebook. Descubra o Reverso e interaja conosco.

Nenhum comentário: